10 Dicas Para Poupar Em Eletricidade

Publicado em: 13/11/2017

Usar menos eletricidade hoje em dia é um comportamento social ecológico, com os reservatórios cada vez mais baixos e a energia elétrica cada vez mais alta, este gesto simples e eficaz fará bem para seu bolso e para o planeta.

  1. Desligue todas as luzes de cômodos que não estão sendo usados, é comum esquecermos acessas as luzes da cozinha – por exemplo – após cozinharmos ou então mantermos acessas as luzes do banheiro e da suíte ao mesmo tempo.
  2. Invista em uma luz de cabeceira (ou abajur) para quartos e salas, além de ampliar sua decoração, terá uma luz com menos potência e adequada para leitura ou ambientação, desligando as lâmpadas de teto que geralmente são mais potentes.
  3. Substitua as lâmpadas por LED, pois chegam a ser 30% mais econômicas e duram até oito vezes mais que as incandescentes e fluorescentes.
  4. Desligue do interruptor os eletrodomésticos sem uso, pode parecer inofensivo, mas aquela luz vermelha que se mantém depois de apagarmos a TV, pode gastar até 25% a mais de energia por ficar no modo stand-by.
  5. Evite deixar o celular carregando toda a noite, pois a carga vai estar completa antes de suas oito horas de sono. E ao desconectar o celular, não deixe o carregador na parede, pois estará perdendo energia da mesma forma como se estivesse conectado ao aparelho.
  6. Sempre que comprar um eletrodoméstico opte por um modelo de eficiência A. Fora dessa faixa chegam a consumir 30% mais energia.
  7. Evite abrir a porta da geladeira e ficar pensando em frente o que vai pegar, uma vez aberta se perde refrigeração e para retornar a temperatura ajustada, consumirá mais energia. Como também não coloque alimentos quentes no freezer, espere esfriar a temperatura ambiente.
  8. Acumule roupas e louças para usar as respectivas máquinas de lavagem, se possível as funcione sempre a noite, quando as tarifas são mais econômicas. As máquinas de lavar louça e roupa gastam mais energia no aquecimento da água, ou seja, se usar apenas 60% da capacidade da máquina, vai gastar 40% a mais de eletricidade.
  9. Se não tiver aquecedores ou aparelhos de ar condicionado inteligentes, invista em um termostato elétrico – trata-se de um pequeno aparelho que conectado ao seu aparelho de climatização, desliga e liga automaticamente quando se atinge a temperatura desejada.
  10. Para ambientes externos ou de circulação comum, como garagens e corredores, instale sensores fotovoltaicos de presença, que acenderão apenas a noite com detecção de movimento.

Dicas simples que ajudarão na redução de sua conta de energia e preservarão os finitos recursos naturais do nosso planeta.

*Marcelo de Amoêdo é consultor de empresas e de investimentos, associado a Consiglieri Europe Revisori e Consulenti Integrato. www.consiglieri.com.br .

Curta a nossa Fanpage
Newsletter

Assine a nossa Newsletter