64% dos brasileiros já sentiram o impacto negativo em sua renda, aponta pesquisa

Publicado em: 15/05/2020

Fonte: Brasil 247, com edição

Foto: Freepik

A pandemia tem apresentado impactos em diversos setores da sociedade e mudado o comportamento da atividade social e econômica. Levantamento feito pela Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado, em parceria com a Indico, plataforma de dados, aponta a grande mudança que o consumo está sentindo e irá sentir após pandemia.

Pesquisa feita entre os dias 17 e 18 de abril, com mais de 3 mil brasileiros, mostra que 64,8% dos entrevistados já sentiram o impacto negativo do isolamento em seus ganhos financeiros. Já para 32,5%, os ganhos financeiros permaneceram os mesmos. E para uma minoria de 2,7%, os impactos desse novo momento foram muito positivos.

“Alguns setores souberem se adaptar mais rápido, como delivery de alimentos ou inclusão de novos produtos como máscaras descartáveis, e álcool gel, e com isso trouxeram uma nova renda ao negócio.” explica Ligia Mello, responsável pela pesquisa, e fundadora da Hibou.

A pesquisa revela também que mais da metade dos brasileiros, 53,7%, têm evitado qualquer tipo de compras desnecessárias, enquanto 34,7% têm medido melhor a necessidade de uma compra. Uma minoria (5,6%) está apenas aguardando para retomar seus hábitos de compra, e para 6,2% ainda nada mudou.

“Enquanto é normal que a maioria da população tenha freado as aquisições dado não só o momento, mas as incertezas de como o mercado brasileiro lidará com a retomada, o interessante é que um terço dos consumidores está envolvido em criar novos critérios de compras e próprios de decisão, aprendendo, por exemplo, a lidar com a espera. Quanto mais longo for o isolamento social, mais a gratificação imediata deverá ser considerada por profissionais de consumer experience e jornada de compra que façam uso de antecipação (hype), raridade e imediatismo.” explica Ligia.

Curta a nossa Fanpage
Newsletter

Assine a nossa Newsletter