Poupança Tem Dia?

Publicado em: 31/10/2017

Você sabia que existe um dia mundial da Poupança? Pois então, esse dia é comemorado anualmente em 31 de outubro.

Essa data foi criada pelo Instituto Mundial de Bancos de Poupança, em 1925, na Itália, um ano após a sua fundação.

O objetivo era de conscientizar as pessoas sobre a importância de poupar, economizar e não desperdiçar seus recursos, pensando em um futuro financeiramente mais seguro.

Porém, independente do dia que é comemorado, o mais importante é poupar “todos os dias” e para isso seguem 10 dicas importantes.

  1. Determine metas diárias, semanais e mensais de poupança. Se costumeiramente todos os dias você gasta R$ 15,00 em um lanche por exemplo, tente a cada dia economizar entre R$ 1,00 e R$ 5,00, variando a composição desse lanche;
  2. Tenha um objetivo fixo de longo prazo (3 a 5 anos), pode ser a compra de um imóvel, carro, viagem, faculdade, etc. Divida o valor desse objetivo pelo período de tempo e veja se essa parcela caberia em seu orçamento, se positivo poupe. Caso a parcela não se ajuste ao seu orçamento, alongue o prazo e poupe o valor correspondente a esse objetivo;
  3. Ao receber seu salário (ou outros proventos), poupe pelo menos 10% do que ganhe;
  4. Evite comprar a primeira coisa que vê (comprar por impulso);
  5. Faça lista de compras de tudo, principalmente antes de ir ao supermercado;
  6. Faça uma lista de duas colunas, sendo: “eu preciso” e “eu quero”. Privilegie sempre a coluna “eu preciso” para os gastos de curto prazo e a coluna “eu quero”, coloque em um cronograma de datas mais alongados. Pode ser que quando tiver o recurso para a lista da coluna “eu quero”, o desejo de compra não seja mais importante.
  7. Sempre faça pelo menos três cotações antes de qualquer compra, pesquise;
  8. Sempre procure pagar à vista, fuja dos juros do financiamento;
  9. Sempre negocie, peça desconto para compras à vista ou a prazo;
  10. Atenção ao usar cartão de crédito e débito, eles são apenas ferramentas de crédito e não dinheiro e fique de olho nas despesas fixas: água, luz, telefone, internet, academia, etc.

A poupança é um hábito saudável e rever custos faz parte da vida moderna, essencialmente em períodos de crise nacional ou familiar.

Já pensou no que vai poupar hoje após a leitura desse artigo?

*Marcelo de Amoêdo é consultor de empresas e de investimentos, associado a Consiglieri Europe Revisori e Consulenti Integrato. www.consiglieri.com.br

Curta a nossa Fanpage
Newsletter

Assine a nossa Newsletter