Sua relação com o dinheiro é saudável

Publicado em: 08/11/2019

RH e Previdência Complementar

Descubra qual o seu perfil quando o assunto é dinheiro

Volta e meia ouve-se a famosa pergunta: dinheiro traz felicidade? A resposta absoluta ninguém nunca soube dar, contudo, a relação que você tem com ele pode ser positiva ou negativa e isso só depende de você.

Em geral, a nossa relação com o dinheiro está diretamente ligada à intenções, ou seja, o que você pretende fazer com ele. Em um pensamento consciente podemos dizer que o dinheiro é positivo pois permite ser bem-sucedido financeiramente, realizar sonhos ou ascender socialmente.

Contudo, considera-se que inconscientemente a relação com o dinheiro está vinculada à algumas crenças negativas, como: a vida é uma luta; é preciso sofrer para conquistar e construir; tenho medo de ficar pobre; não posso gastar, se não vai me faltar; entre outros pensamentos.

A verdade é que essa relação com o dinheiro pode ser muito mais tranquila sem tanto esforço e sofrimento. Óbvio que ganhar dinheiro não é fácil, mas, por exemplo, você não precisa ficar em um trabalho que te adoece só por conta do dinheiro, existem outras possibilidades.

Foi pensando em todo esse contexto que a AMBINA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) criou o relatório chamado A trajetória financeira do brasileiro.

O estudo descobriu que existem 5 perfis diferentes quando se trata de dinheiro e brasileiro: construtor, despreocupado, camaleão, sonhador ou planejador. Além disso, as categorias foram construídas a partir da análise da visão de mundo das pessoas, como elas lidam com a vida, a família e seus relacionamentos pessoais. Confira o resultado:

  1. Construtor: como o próprio nome já diz, ele está crescendo, dia após o outro ele faz pequenas realizações materiais que considera investimentos. O marcante nesse perfil é que ele é persistente, por isso esforça-se em tudo que faz e considera que nada vem sem perseverança. Por isso, ele valoriza o que tem, sempre dentro da realidade.
  2. Despreocupado: é o famoso “deixa a vida me levar”, ele está aberto a possibilidade, por isso, evita planejamentos, já que isso significaria abrir mão de outras coisas. A característica marcante é viver intensamente um dia de cada vez. Ele tem uma poupança apenas para emergências e está sempre otimista pelo que pode acontecer.
  3. Camaleão: é aquele que consegue viver em qualquer cenário. Sempre dá um jeitinho de pagar as coisas, só não tem dinheiro para necessidades ou desejos extras. A característica marcante é a adaptação. Usa de todos os artifícios para contornar o aperto, desde o cartão de crédito, até a ajuda dos amigos e parentes.
  4. Sonhador: é movido por paixões, está sempre pensando em uma nova oportunidade de investir em algo, empreender, e é muito ligado nas oportunidades. A característica marcante é colocar uma expectativa emocional nas ações. Além disso, têm tanta confiança de que as coisas vão dar certo que conseguem influenciar outras pessoas.
  5. Planejador: estes vivem na base do cálculo, estipulam metas e objetivos para serem cumpridos em um período de tempo determinado. É esse tipo de ação que o estimula a seguir em frente e crescer. Ele está sempre investindo e almejando conquistas racionais. A característica marcante é saber onde quer chegar e como deve fazer.

A maioria dos brasileiros são construtores segundo a pesquisa, representando 30%, em seguida vêm os camaleões que se viram em qualquer situação com 29%, os planejadores são 22%, os despreocupados 11% e os sonhadores 6%.

Curta a nossa Fanpage
Newsletter

Assine a nossa Newsletter