‘Sustômetro’: fatura do cartão é o que mais assusta os brasileiros

Publicado em: 25/03/2020

Fonte: Valor Investe, por Naiara Bertão

Foto: Valor Investe/ Getty Images

Não é só com monstros que as pessoas se assustam. Segundo uma pesquisa da Fintech Guiabolso feita com exclusividade para o Valor Investe, oito em cada dez pessoas (80,7%) já levaram um susto quando viram os seus gastos do mês de uma forma geral.

E adivinhem só quem é o motivo principal do pulo para trás? Sim, o cartão de crédito. No levantamento que ouviu 1.043 pessoas, a fatura do cartão de crédito foi apontada como a conta que chocou mais pessoas – 58% delas. As contas de água, luz e internet vêm em seguida, ao espantar 14,50% delas.

Na outra ponta, as contas que são fixas (assinaturas) são as que menos dão susto no fim do mês, o que é algo previsível, visto que o valor é sempre o mesmo.

“O cartão de crédito é um meio de pagamento em que poucos controlam o valor final. Por isso, a fatura acaba sendo a conta que mais prega sustos no consumidor. Esse é o motivo também dos sustos geralmente envolverem contas de valor alto, acima de R$ 500”, diz Julio Duram, diretor de produto e tecnologia do Guiabolso.

A pesquisa também mostra em quanto as pessoas erraram a despesa. Mais de 40% dos entrevistados erraram feio: subestimaram os gastos em mais de R$ 500.

“Indicamos que o consumidor não faça tantas parcelas para não se perder na hora de fechar a fatura. Também é indicado que sempre a pessoa controle por seu aplicativo do banco ou de gerenciamento quanto está o total da fatura”, aconselha Julio Duram, diretor de produto e tecnologia do Guiabolso.

Curta a nossa Fanpage
Newsletter

Assine a nossa Newsletter