Como ter um 2021 mais tranquilo e sem sacrifícios financeiros

Publicado em: 07/12/2020

Fonte: Uol Economia, Descomplique, por Júlia Mendonça

Foto: Uol Economia/ iStock

2021 chegando e com ele, além das decorações de Natal e roupa da virada do ano, vêm também os planos que vão mudar nossa vida no ano que vem. Cuidar mais da saúde, começar a investir, ganhar mais, comprar roupas bonitas, realizar uma viagem, trocar de carro etc. Eu sei, confesso que também já fui desse time: fazer mil planejamentos e acabar realizando dois e, mesmo assim, não saíram do jeito que planejei.

Isso é algo comum à maioria das pessoas. Entra ano, sai ano, e parece que o dinheiro está cada vez mais curto, não é mesmo? Por isso, hoje quero falar sobre algumas coisas que você pode fazer e que vão colaborar muito para conseguir ter mais dinheiro sobrando com menos sacrifício.

Não corte o lazer

Quando pensamos em economizar ou guardar dinheiro, a primeira coisa que vem à cabeça é: “Vou parar de sair para jantar, vou parar de ir ao cinema, não vou mais à praia no final de semana, e no final do ano estarei rico”. Infelizmente não é assim que acontece na maioria das vezes.

Desse jeito você está economizando do jeito errado. Está tirando tudo aquilo de que gosta, que faz você sair um pouco da rotina e da realidade de apenas trabalhar e pagar boletos, e está se colocando em uma vida chata, monótona e sem nada de diversão.

Se o seu sonho é fazer uma viagem por ano com sua família e considera isso mais importante do que pedir comida por delivery, então foque nisso, no que realmente é importante. Não é para você nunca mais pedir comida, mas faça isso de maneira comedida e sempre priorize os seus sonhos, não coisas eventuais, do dia a dia. Não faça com que o dinheiro seja seu comandante.

Não precisa parar de fazer compras

Caiu o salário na conta e aí vem uma vontade louca de gastar tudo, né? Uma blusinha aqui, uma jantinha ali, um celular novo, e de repente acabou toda aquela grana que recebeu há poucos dias.

Dinheiro parado na conta é um perigo, porque a sensação que temos é de que ele está ali, disponível, para você fazer o que quiser e gastar à vontade. Se você tirar essa tentação da sua frente, fica muito mais fácil economizar sem sofrer. Por isso é tão importante se pagar primeiro.

Esse ato nada mais é do que, no momento do recebimento do seu salário, você retirar um valor para investir. Dessa maneira, logo no começo do mês, você já pagou a pessoa mais importante do mundo, já investiu e ainda vai poder gastar com coisas triviais, só que de maneira comedida.

Pare de ficar controlando os gastos

Ficar contando notinhas, gastos na padaria, valor de estacionamento e colocar na planilha é o maior desperdício de tempo que você pode ter. De que adianta você anotar o valor do que gastou após já ter feito a compra? Por exemplo, gastou R$ 50 no mercado e logo após as compras anotou o valor, porém, se tivesse visto antes, saberia que só poderia gastar R$ 20.

Por isso eu sempre encorajo você a fazer, sim, um planejamento, mas olhando adiante, e não para o passado, para o que já foi. Isso não adianta nada. Os gastos fixos costumam ser sempre os mesmos, e os gastos variáveis você pode estipular um teto e não ultrapassar aquele valor no mês.

Utilizando todas essas dicas, a diferença no seu dia a dia vai ser muito grande. Por mais que consiga economizar R$ 50 no mês, são R$ 600 no ano, o que já deixa você muito mais próximo daquela viagem dos sonhos ou da sua tão sonhada aposentadoria. Para este novo ano que está chegando, faça planos, mas faça um planejamento também, e curta mais, sem ter que fazer sacrifícios para isso.

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Curta a nossa Fanpage
Newsletter

Assine a nossa Newsletter